O cirurgião Alexander Morrell participou, nesta terça-feira (04) do Barilive, transmissão ao vivo  da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM). O tema debatido foi “Como escolher o seu cirurgião”.

O cirurgião bariátrico e que também é o presidente da Sociedade Brasileira de Hérnia da Parede Abdominal (SBH) falou sobre a importância da relação de confiança entre o médico e o paciente, sobre os procedimentos pré e pós-operatório e sobre o que o paciente deve levar em consideração antes de escolher o médico que fará a sua cirurgia.

Segundo ele, um dos primeiros filtros que o paciente deve considerar na hora de fazer a escolha, é se o cirurgião é ou não associado à Sociedade, onde existem mecanismos de avaliação para os profissionais. “Passam por uma comissão de avaliação, são profissionais que frequentemente estão em eventos, em congressos, encontros. São obrigados a serem avaliados pelos seus pares, seus colegas da sociedade. É um cirurgião que está sempre atualizado”, explicou Morrell.

É comum os pacientes chegarem ao consultório médico por indicação de amigos ou do seguro de saúde ou porque conhecem o trabalho do cirurgião por redes sociais e outros meios de comunicação.  “Primeiro o paciente precisa ter certeza que ele quer operar, se ele é um candidato para a cirurgia [com avaliação dos especialistas] e tem que ter um cirurgião qualificado. O paciente precisa pesquisar antes de chegar ao cirurgião”, disse Morrell. “Se for viajar, você vai pesquisar sobre o lugar para onde vai, por que não pesquisar sobre o cirurgião que vai te operar?”.

A obesidade já atinge 18,9% dos brasileiros. “Vejo a popularização da bariátrica porque o tratamento é reconhecidamente muito eficaz. As pessoas buscam o tratamento mais cedo hoje. Mas não podem procurar como algo mágico, apenas como uma meta, e esquecer que tem que continuar o tratamento para evitar que haja uma descompensação de todos os outros problemas”, alertou Elias.

Cirurgia robótica

Entre os temas abordados estão a cirurgia robótica, uma das áreas de atuação do Dr Morrel. Para ele, a cirurgia robótica veio com o benefício de aprimorar o que já é feito com a cirurgia laparoscópica, trazendo mais segurança para o cirurgião e para o paciente. “Toda tecnologia que vem agregar segurança é muito bem vinda. É muito difícil operar um paciente extremamente obeso na forma convencional. A laparoscopia veio para ajudar o médico e o paciente, promovendo menor dor, uma recuperação mais rápida e visualização melhor do campo operatório. Agora, o robô acrescenta algumas vantagens à vídeo, tentando corrigir algumas dificuldades que temos e que talvez seja um pouco melhor. Desde que você possa usar essa ferramenta eu acho muito bom, principalmente em pacientes superobesos e cirurgia revisional”, disse Morrell

O Barilive tem como objetivo levar informação de qualidade sobre cirurgia bariátrica e metabólica para a população e é transmitido ao vivo pelo Facebook, todas as terças-feiras, às 20 horas. Também participaram do programa os cirurgiões Alexandre Elias e Tiago Szego.